Envie sua mensagem

Área do Cliente

Esqueci minha senha

Semana do Meio Ambiente: Como fazer a sua parte?

3 de junho de 2019

grupoimoveis

Sustentabilidade - Semana do Meio Ambiente

Dia 5 de Junho é o Dia Mundial do Meio Ambiente. No Brasil, vamos além: comemora-se a Semana do Meio Ambiente, um momento de reflexão sobre os impactos no ecossistema

O meio ambiente nunca esteve tão em alta. Enquanto os cientistas fazem alertas e os relatórios especializados têm sido cada vez mais preocupantes, ambientalistas lutam diariamente para atrair, de maneira urgente, a atenção das pessoas para o tema.

Há um novo olhar para a sustentabilidade e não é preciso ser ativista, ou estar ligado à uma grande corporação para poder ajudar. É possível fazer pequenas mudanças diárias que reduzem – e muito – o impacto que causamos no planeta. Veja algumas:

1. Reduzindo o consumo de plástico

Um estudo feito em 2017, publicado na Science Advances, calculou que desde o início da produção de plástico, na década de 1950, já produzimos 8,3 bilhões de toneladas desse material. O pior? Dessa quantidade, 6,3 bilhões de toneladas – aproximadamente 76% – já foram desperdiçados.

O plástico é um material que demora muito tempo para se decompor – uma garrafa, por exemplo, leva aproximadamente 450 anos para desaparecer completamente. Para agravar ainda mais essa situação, ele representa hoje cerca de 80% de todo o lixo gerado nos oceanos, prejudicando seriamente a vida marinha.

Temos ainda os microplásticos (em quantidades crescentes também nos oceanos), minúsculos pedaços de material plástico com menos de 5 milímetros, que já foram encontrados em alimentos e bebidas, incluindo cerveja, mel e água da torneira. Recentemente, descobriu-se que eles estão presentes até no ar que respiramos.

Por isso, é necessário pensar em maneiras de reduzir esse consumo. Por exemplo:

  • Utilizar os kits sustentáveis, que contém talheres dobráveis, copos reutilizáveis de silicone e até mesmo escovas de dente de bambu;
  • Carregar sacolas retornáveis ou aderir às ecobags para fazer compras;
  • Adotar um carrinho de feira;
  • Utilizar fraldas de pano, pois além de sustentáveis, ajudam a reduzir alergias e assaduras no bebê;
  • Compre alimentos a granel – produtos a granel podem ajudar bastante na redução do desperdício de alimentos, já que você compra exatamente a quantidade que precisa e a evitar o uso de plástico unitário.

2. Reciclando seu lixo

A Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe) calcula que, nos últimos cinco anos, foram enviados para lixões 45 milhões de toneladas de materiais recicláveis, que poderiam movimentar mais de R$ 3 bilhões por ano caso tivessem a destinação correta.

A reciclagem é muito importante para diminuir a sua quantidade de lixo. Em Niterói, esse processo aumentou de 1% para 3% no ano passado, o que ainda é um índice baixo. Mas é importante que cada um faça a sua parte: separe os materiais recicláveis (papel, papelão, vidro, plástico e metal) dos não recicláveis.

No site da CLIN (Companhia Municipal de Limpeza Urbana de Niterói) – http://www.clin.rj.gov.br/ – você encontra informações sobre os postos de coleta, além de dicas sobre reciclagem, descarte de lixo eletrônico e óleo vegetal.

3. Lixo eletrônico

No sábado, dia 8 de junho, na Praça da Cantareira, acontece a 1º Campanha de Recolhimento de Lixo Eletrônico. Uma parceria da Prefeitura de Niterói, E-Ambiental, M A O S e apoio da Coleta Certa. A campanha tem como objetivo, o direcionamento adequado de materiais eletrônicos sem uso que descartados em locais impróprios podem causar graves danos à natureza e a saúde humana.

“Nós levamos os lixos eletrônicos para os detentos do CERASP, em Juiz de Fora, Minas Gerais, onde eles desmontam os materiais, separam por plásticos, cobre, ferro, alumínio e volta para indústrias, gerando um produto novo. Também conseguimos restaurar computadores e doamos paras comunidades carentes e ONGs”, explica Gabriel representante da Maos. “Quem tiver lixo eletrônico em casa e puder levar no dia será muito bem-vindo, se não puder passamos e recolhemos”, completa.

4. Como evitar o desperdício de água

O Brasil é um dos países com maior disponibilidade de recursos hídricos, cerca de 12% do total mundial. Além disso, é o maior em quantidade de água gerada por precipitações atmosféricas sobre seu território.

As três bacias hidrográficas com maior volume de água doce do planeta estão aqui. Somente na bacia amazônica escoam um quinto do volume mundial. Se comparado a países desenvolvidos, é possível dizer que consumimos pouca água, entretanto, muito se perde e desperdiça.

  • Desligue a torneira quando for escovar os dentes ou fazer a barba.
  • Molhe as plantas com regador.
  • Armazene e reutilize água da chuva para lavar o quintal ou o carro, por exemplo.
  • Use somente um copo para beber água.
  • Utilize a função “reutilizar água” da máquina de lavar.

5. Se engajando na causa

Se o assunto for meio ambiente, participe! Compareça a eventos, limpeza de locais públicos, passeatas, petições – tudo o que for possível. Ajude também na conscientização do seu meio social: amigos, família, trabalho, todos os que estiverem dispostos a fazer mudanças em prol do planeta.

Em Niterói, o Projeto Grael – que tem como objetivo democratizar o acesso de jovens à prática do esporte da vela – promoverá a Semana do Meio Ambiente com o tema “O Futuro em Águas Limpas”, de hoje até o dia 7. A programação conta com mesas de debate, oficinas, entre outras atividades, você confere tudo aqui.

Já a Prefeitura de Niterói – junto com a Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Híbridos e Sustentabilidade (SMARHS) – realizará, também a partir de hoje, a Semana do Meio Ambiente sob o tema da ONU: “Poluição do Ar”, com o objetivo de promover a exploração da energia renovável, as tecnologias verdes e discutir como melhorar a qualidade do ar de maneira geral. A programação conta com limpeza de praias, mutirão de intervenção ambiental, campanha de adoção de pets, entre outras coisas. Você pode baixar o folheto da programação completo aqui.